Informações Turísticas

Sobre Macau

Macau - situa-se na margem ocidental do Delta do Rio das Pérolas, adjacente à cidade chinesa de Zhuhai, na Província de Guangdong, no sul da República Popular da China, e a cerca de 60 quilómetros a oeste de Hong Kong. Macau é um território composto pela península de Macau, Taipa e Coloane. A península de Macau é a zona central do território, e está ligada à Taipa por três pontes. Diversas cadeias internacionais de hotéis - com novas infra-estruturas de suporte - encontram-se localizadas no aterro entre Taipa e Coloane, numa zona recentemente criada e conhecida como Cotai.

Os portugueses chegaram e estabeleceram-se em Macau em meados do século XVI. Desta forma, a arquitectura da cidade, a arte, a religião, as tradições, a comida e a própria comunidade são reflexo da combinação entre as culturas chinesa, ocidental e portuguesa. Macau tornou-se numa Região Administrativa Especial (RAE) da República Popular da China a 20 de Dezembro de 1999 e possui um elevado grau de autonomia à luz do princípio "um país, dois sistemas". Esta RAE continua a crescer quer em tamanho, com muitos edifícios construídos em aterros reclamados ao mar, quer no número e diversidade das suas atracções. Em 2005, O Centro Histórico de Macau foi inscrito na Lista do Património Mundial da UNESCO baseado nas suas características histórico-culturais únicas. Macau está actualmente a posicionar-se como Centro Mundial de Turismo e Lazer ao desenvolver-se num destino turístico de qualidade internacional.

Síntese Histórica

Inicialmente a Península de Macau era habitada por pescadores vindos das províncias de Fukien e Cantão. Daí a designação chinesa de Macau - "Ou Mun" - que, à letra, significa "Porta da Baía".

O termo em português - Macau - parece estar ligado ao culto da deusa "Á-Má", venerada em todo o sul da China, e ao templo que lhe foi dedicado no Porto Interior. Mais ou menos a partir dessa altura é que o lugar passou a ser conhecido por "Á-Má-Gao" (Porto de Á-Má) de onde, muito possivelmente, derivou a palavra MACAU.

Os portugueses chegaram a Macau entre 1554 e 1557, embora já andassem pelos mares do Sul da China desde 1513, data da viagem de Jorge Álvares cuja estátua está no centro da cidade.

Foi com o acordo dos mandarins locais que se estabeleceram nesta região, onde instalaram vários postos de trocas comerciais tornando-se, a península, um entreposto lucrativo no comércio entre a China, o Japão e a Europa, característica essa que se tem mantido ao longo de séculos. Macau teve, pois, o papel de porta aberta da China para o exterior, de lugar do contacto e do cruzamento do Ocidente com o Oriente.

Foi, também, desde cedo que Macau foi escolhido pelos missionários para se lançarem à difusão, em terras do Extremo Oriente, da Fé Cristã, das Ciências e da concepção ocidental do Mundo e da Vida. O famoso "Colégio de S. Paulo", fundado em Macau no séc. XVI, é considerado pelos historiadores como tendo sido a primeira universidade de matriz ocidental instituída na Ásia Oriental. Por aí passaram muitas figuras famosas, que deixaram na História o seu nome em letras de ouro. Foi o caso de Mateus Ricci, de S.Francisco Xavier e de tantos outros que, pela sua acção, contribuíram para o diálogo inter-civilizacional que ficou para sempre uma das características desta terra.

Depois da criação de Hong Kong, em 1841, na sequência da vitória inglesa na primeira Guerra do Ópio, Macau perdeu muita da sua importância comercial pois que o seu grosso foi transferido para a outra margem do Delta do Rio das Pérolas. Hong Kong desenvolveu-se muito rapidamente, tornando-se num dos principais centros financeiros mundiais e deixando Macau como que em quase-letargia até há algumas décadas.

Mas Macau soube manter sempre uma atmosfera única que a diferencia totalmente das Regiões suas vizinhas. Continua a ser, como desde há séculos, uma combinação harmoniosa entre a Cultura Chinesa e a Portuguesa, pacíficamente construída pelos seus naturais. Esta é a base de sabedoria em que assenta a sua maneira de viver.

Hoje, Macau é uma Região Administrativa Especial da República Popular da China mas, de acordo com o desejo dos seus naturais e dos seus responsáveis, mantém e sempre manterá as suas características sociais e económicas, à luz de princípio "um país, dois sistemas".

Respira-se aqui uma atmosfera internacional junta a uma forma de viver verdadeiramente única em que, como sempre, a Europa se encontra com a Ásia e onde as duas maior comunidades (a chinesa e a portuguesa) construíram os seus muitos intercâmbios: uma forma de conviver baseada no respeito e na tolerância mútua.

População

Macau situa-se na Província de Guangdong, na margem ocidental do Delta do Rio das Pérolas, à latitude de 22º 14' Norte e longitude de 113º 35' Leste. Está ligado ao Distrito de Gongbei pelo istmo das Portas do Cerco.

A Região Administrativa Especial de Macau tem uma área de 30,4 km2, incluindo a Península de Macau (com 9,3 km2 e ligada à China Continental por um istmo), Taipa (7,6 km2) e Coloane (7,6 km2) e a zona do Aterro do COTAI (5,9 km2). A cidade de Macau está ligada à Ilha da Taipa por três pontes, a Nobre de Carvalho (2,5km), a ponte da Amizade (4.5km) e a ponte de Sai Van (2,2km). A mais longa (Ponte da Amizade) serve directamente o Aeroporto Internacional de Macau, localizado na Taipa.

Além das Portas do Cerco - a fronteira norte da Península de Macau - os visitantes têm acesso à China Continental através do posto fronteiriço do COTAI. A zona de imigração e serviços alfandegários situa-se na zona do aterro entre a Taipa e Coloane.

A hora local regista um avanço de oito horas em relação ao meridiano de Greenwich.

População

A população de Macau era de cerca de 649.100 habitantes, Mais de 90% dos residentes de Macau são de étnia chinesa. Os restantes habitantes são de nacionalidade portuguesa, filipina e outras.

Língua

O Chinês e o Português são as línguas oficiais sendo, porém, o Cantonense a mais falada em todo o Território. As línguas oficiais são usadas nos organismos públicos e nos documentos oficiais. O Inglês usa-se, geralmente, no comércio e no Turismo.


For more information about Macau: Please visit: Direcção dos Serviços de Turismo
Information Source: Direcção dos Serviços de Turismo